Transplante Capilar FUE

Transplante Capilar FUE

A TÉCNICA SEM SUTURA 

O diferencial do Transplante Capilar FUE é a forma que a área doadora é retirada: ao invés da tradicional incisão linear, são feitas micro-incisões circulares (com 0.9-0.8mm de diâmetro) em torno de cada unidade folicular (UF). Por isso a FUE não precisa de sutura e a recuperação  é em 7 dias, sendo uma opção viável  para esportistas e atletas. O Transplante Capilar FUE também pode ser indicado para pacientes que fizeram outros procedimentos anteriores e que não possuem mais elasticidade na área doadora.

Técnica indicada para a restauração de calvícies intermediárias

COMO É FEITO?

Por ser minimamente invasivo, o Transplante Capilar FUE é realizado com anestesia local e o paciente volta para casa no mesmo dia. A retirada das UFs é feita manualmente e exclusivamente pelo dr. Tykocinski que utiliza um instrumento cilíndrico chamado punch para fazer as incisões superficiais (0.9mm-0.8mm) em cada UF. São centenas de ‘furinhos’ ao redor de cada fio que será transplantado para a área calva, que com a técnica correta não danifica as UFs.

Uma vez que se danifica uma UF ela pode nunca mais voltar a crescer. Portanto é necessária  habilidade cirúrgica, conhecimento técnico e experiência médica para que a integridade das unidades foliculares seja preservada e a área doadora fique livre de marcas.

O Transplante Capilar FUE permite que o médico escolha as UFs e também expande a área doadora, isto é fundamental para pacientes com baixa densidade. A  FUE não apresenta limites quanto a elasticidade e não precisa de massagem prévia. Porém, mesmo expandindo a área doadora, o rendimento total de cabelo com o Transplante Capilar FUE costuma ser 60% do total obtido com a FUT. Normalmente conseguimos em média até 2.500 UFs em uma sessão de Transplante Capilar FUE.

IMPLANTAÇÃO DAS UNIDADES FOLICULARES

A implantação é sempre feita manualmente tanto no Transplante Capilar FUT quanto FUE. O dr. Tykocinski implanta cada unidade folicular individualmente, recriando artisticamente as características de cada paciente: desenho do cabelo harmonizando com as linhas faciais, a angulação dos fios, a distribuição de densidade. Portanto independente da técnica de retirada escolhida, o transplante capilar que cada paciente terá será único.

INDICAÇÕES DO TRANSPLANTE CAPILAR FUE

Esportistas: Já que não há sutura, a recuperação é ao longo de 1 semana, quando as atividades físicas já estão liberadas
Pacientes com baixa densidade na área doadora
Área doadora sem elasticidade: como característica individual ou após transplante anterior
Falhas barba/bigode: permite escolher o melhor pelo da área doadora, sem deixar marcas
Sessões menores: calvícies que necessitem de até 2.000 UFs
Correção de transplantes capilares inestéticos: permite a retirada dos ‘tufos’, reutilizando as UFs que forem retiradas
Calvícies menores em pacientes com menos de 40 anos

Cada técnica possui sua indicação que deve ser respeitada, devemos ter em mente que a calvície é lenta e progressiva, o que requer um planejamento a longo prazo. Por isso a consulta presencial com médico especialista é fundamental e obrigatória. 

RECUPERAÇÃO DO TRANSPLANTE CAPILAR FUE

O aspecto é discreto mesmo no dia anterior ao transplante capilar FUE e o paciente pode voltar às atividades no segundo dia. Alguns cuidados com a higiene serão recomendados. A recuperação é em 1 semana. Nossa equipe estará sempre à disposição caso você precise. Iremos querer acompanhar o desenvolvimento do novo cabelo, portanto alguns retornos serão necessários. O cabelo transplantado costuma cair após 3 semanas, é natural que isto ocorra, pode ficar tranquilo porque eles voltam a crescer após 3 meses. Com 6-9 meses já é possível ver uma mudança considerável, no entanto o aspecto visual final é visto apenas com 1 ano e meio.

SOCIEDADES