Cirurgia Robótica

ARTAS: auxílio robótico

O robô ARTAS  ™  é uma realidade no Tykocinski Restauração Capilar desde sua autorização pela ANVISA. Estamos entre as primeiras clínicas na América Latina a utilizar o Sistema ARTAS ™ para realizar a extração de unidade folicular, FUE. Após intensivo treinamento especial com médicos e engenheiros da Restoration Robotics (grupo responsável pela criação e aperfeiçoamento do robô) o Dr. Arthur Tykocinski -pioneiro mundial do implante folicular coronal- integra o grupo inicial de equipamentos robóticos na América Latina, que poderão dispor de mais esta ferramenta.

O ARTAS ™, foi desenvolvido para uso específico em FUE , técnica de remoção da área doadora que consiste na retirada individual das unidades foliculares. Rigorosamente testado por engenheiros robóticos e especialistas em restauração capilar, o sistema permite que a FUE seja executada com incrível e constante precisão. Equipado com um braço robótico guiado por tecnologia de mapeamento digital; tensor da área doadora (grids); interface de computador para controlar a extração, o ARTAS ™ auxilia apenas na primeira etapa do Transplante Capilar: a fase de colheita das unidades foliculares. Sempre supervisionado pelo cirurgião e equipe médica especializada, o robô é capaz de reconhecer e qualificar as unidades foliculares do paciente e extraí-las com maior regularidade na integridade, além de realizar o procedimento em menos tempo.

A TÉCNICA QUE ARTAS ™ UTILIZA: Consiste em dois passos principais :

1 ) Incisão das unidades foliculares. É um processo intensivo de trabalho, extremamente repetitivo e que requer imensa precisão. O ARTAS ™ ajuda os cirurgiões nestes movimentos repetitivos, que são replicados de centenas a milhares de vezes, o que reduz a variabilidade manual, o tempo de procedimento e a fadiga da equipe médica.

Esta etapa requer uma perfeita centralização e alinhamento do punch com a unidade folicular a ser colhida, a profundidade da perfuração também deve ser controlada para evitar danos nos enxertos (transecção folicular), que poderiam comprometer a vitalidade do enxerto. Por possuir mecanismos com alta tecnologia e, principalmente, por dividir o processo de incisão em dois passos, o Artas representa um avanço significativo no sentido de minimizar o trauma de unidades foliculares. A primeira incisão feita é sharp push (afiada) para que a unidade folicular seja separada da pele mais grossa e superficial. Mais profunda, a segunda incisão é blunt push (dissecção sem corte), para que reduza o risco de transecção folicular e assim nos possibilita obter enxertos com uma maior integridade.

2 ) Remoção das unidades foliculares do couro cabeludo- É feita pela equipe médica manualmente com uma pinça com ponta de diamante. Neste momento, os folículos são retirados suavemente da área doadora e inseridos em solução com micronutrientes para preservar a integridade até o momento de inserção. O sistema atual precisa de menos intervenção humana e é mais simples de operar, no entanto, o procedimento de implantação folicular, com todo o seu delicado e sofisticado processo artístico, continua nas mãos do médico, O PROCEDIMENTO. Para o sistema digital do ARTAS ™ conseguir um mapeamento perfeito da área doadora, é necessário que o cabelo seja previamente raspado e, em casos de pacientes com cabelos mais claros, pode ser recomendável o uso de tonalizantes. Por ser um procedimento minimamente invasivo, usamos anestesia local, que é de baixo risco e, para conforto do paciente, uma leve sedação para que ele possa relaxar e até mesmo cochilar. Afinal serão de 6 a 8 horas de procedimento mesmo com o auxílio do ARTAS ™

Artas: Passo a passo

1-) Já com a região doadora raspada, o paciente é confortavelmente acomodado na cadeira do ARTAS ™

2-) O grid (que auxilia tencionando a pele e delimitando a região que o Artas irá remover os folículos capilares) é encaixado no primeiro quadrante da área doadora. Normalmente é utilizado de 6 a 8 grids por procedimento.

3-) O sistema é então acionado. O algoritmo do Artas identifica, mapeando digitalmente a área doadora, cada unidade folicular existente. Com a tecnologia “pin-points”, o ARTAS™ é eficaz para determinar as características dos fios: calcula a densidade e distribuição capilar por cm2, o ângulo externo e interno do fio de cabelo.

4-) Em seguida, o robô ARTAS ™ e o médico selecionam a abordagem de colheita ideal para o paciente: tipo, espaçamento e a quantidade de UFs que poderão ser retiradas da área doadora sem que a naturalidade seja comprometida.

5-) O braço robótico do ARTAS ™, ativado pela interface computadorizada, inicia o processo de colheita liberando o sistema de punch. As incisões são precisas, pequenas (1mm de diâmetro) e ocorrem em 2 movimentos rápidos (sharp push e blunt push), seguidos de leve sucção para que os enxertos possam desprender-se do couro cabeludo.

6-) Após a incisão, as unidades foliculares são removidas manualmente pela equipe médica. Com o auxílio de uma delicada pinça com ponta de diamante, os enxertos são rapidamente retirados do couro cabeludo e colocados em solução de micronutrientes que ajuda a preservar a integridade dos folículos até o momento de inserção.

7-) A implantação das unidades foliculares é realizada pelo médico, evidenciando que a sensibilidade humana e o dom de criação artística serão sempre fundamentais para obter-se resultados naturais.

Formas de Atendimento:

+55 11 3889-7356

Email: faleconosco@cabelo.med.br

ou

Clique aqui e envie uma mensagem