Quais as possíveis causas?

TRICOTILOMANIA

É um distúrbio compulsivo bem raro que atinge apenas 4% das pessoas e que ainda não se conhece exatamente o que a causa. Os indivíduos que sofrem com a tricotilomania sentem o impulso de quebrar ou arrancar os próprios cabelos, as sobrancelhas ou outros pelos do corpo como As mulheres estão mais propensas a desenvolver o transtorno que pode resultar em grandes áreas falhas e até mesmo na perda definitiva dos fios arrancados.

tricotilomania-dermatologia-e-saude-3

ALOPECIA POR TRAÇÃO

A tensão prolongada ou repetitiva nos fios de cabelo que alguns penteados apertados causam, podem provocar perda capilar moderada a severa.  Tranças e o uso de apliques (mega hair) podem causar a alopecia por tração que geralmente é notada na linha frontal e nas laterais do cabelo e pode causar a perda permanente dos fios afetados.

ALOPECIA-POR-TRACAO-1

DEFICIÊNCIAS NUTRICIONAIS

A falta de ferro e/ou de proteínas é uma das causas mais comuns para perda capilar. Por isso é importante que o paciente faça exames antes de iniciar qualquer tipo de tratamento clínico. Normalmente, os fios voltam a crescer normalmente quando o equilíbrio nutricional volta a ser estabelecido.

 TRATAMENTOS CAPILARES

O uso excessivo de produtos químicos no cabelo, como alisamento, clareamento, permanentes e tinturas podem tornar o cabelo mais frágil e causar perda capilar. Alguns utensílios como chapinha e babyliss também podem danificar os fios se usados de forma incorreta e frequente. Felizmente esse tipo de dano não costuma ser permanente.

queda-de-cabelo-em-mulheres

PERDA IMPORTANTE DE PESO

Pessoas que perdem 15 ou mais quilos (mesmo através de meios saudáveis), muitas vezes sofrem algum grau de perda capilar que, normalmente se auto-corrige sem necessidade de tratamento. No entanto, se o paciente sofrer de distúrbios alimentares como a anorexia, o corpo não consegue receber as vitaminas, minerais e proteínas que ele precisa para funcionar de forma saudável – que pode afetar o crescimento do cabelo e causar queda capilar

ruler-1899024_640

TIREÓIDE

A perda de cabelo é um sintoma comum de um desequilíbrio nos hormônios da tireóide. Tanto hipotiroidismo ou hipertireoidismo pode levar a queda intensa de cabelo. Uma vez que o desequilíbrio da tiróide é tratado, o cabelo geralmente volta a crescer.

MENOPAUSA

Os médicos ainda não sabem qual é a ligação científica entre a menopausa e a perda do cabelo – mas muitas mulheres, em seus anos de perimenopausa (período que antecede a menopausa) experimentam algum tipo de perda de cabelo generalizada. A provável causa, é a combinação de mudanças hormonais.

granny-1280445_640

ALOPECIA AREATA

Alopecia areata é uma doença auto-imune, o que significa que o corpo se ataca,  é caracterizada por perda de cabelo em áreas redondas no couro cabeludo ou outras partes do corpo. Nos casos mais graves o paciente pode vir a perder todos os pelos do corpo.

STRESS

Eflúvio telógeno é o nome dado a perda capilar causada por fatores emocionais. Algum evento traumático ou particularmente estressante é o gatilho para que muitas pessoas desenvolvam esse quadro. As causas emocionais mais comuns do eflúvio telógeno são ocorrências que alteram a vida, como uma morte ou passar por um divórcio. Esses eventos podem fazer com que o cabelo seja forçado para o estado de repouso antes do que normalmente estariam. 

 

MEDICAMENTOS

Muitos medicamentos têm a queda de cabelo listado como um possível efeito colateral, embora cada pessoa possa ser afetada de forma diferente. Medicamentos que contêm hormônios – como a pílula anticoncepcional pode ser o culpado pela perda capilar. Antidepressivos, medicamentos de pressão arterial e para tratamento de artrite também podem ocasionar a queda de cabelo.

0 Comentários

Deixe o seu comentário!

Formas de Atendimento:

+55 11 3889-7356

Email: faleconosco@cabelo.med.br

ou

Clique aqui e envie uma mensagem